Historial

Aos 28 dias do mês de Abril de 1998, fundou-se a mui nobre SCALABITUNA – Tuna do Instituto Politécnico de Santarém, tendo realizado a sua primeira aparição pública em Maio durante a Semana Académica do mesmo ano. Digna representante da academia Scalabitana, congrega elementos dos vários estabelecimentos de ensino do referido Instituto (Agrária, Educação, Enfermagem, Desporto e Gestão), donde resulta uma mistura de influências que se traduzem na diversidade dos seus espectáculos.Ao longo da sua vida já se apresentou em praticamente todas as academias do Continente e Ilhas, tendo já participado em vários certames no estrangeiro, nomeadamente Espanha e Holanda.
Deste percurso salientam-se, ainda, os dois trabalhos discográficos produzidos pela Scalabituna: o primeiro ao vivo intitulado “Scalabituna…Um sonho” gravado no Festival de Tunas que organiza actualmente em Santarém – FITUIPS – e o segundo, um trabalho de estúdio numa parceria com a Editora Espacial.

O gosto, a busca e a defesa do património musical português são motivos que desde a primeira hora prendem a atenção da nossa Tuna bem como o nosso empenho.
Também a amizade e o companheirismo bem patente nas nossas vivências em Tuna tomam contornos de uma verdadeira segunda família para os que dela fazem ou já fizeram parte, e que não esquecerão esses momentos.

Por último, uma palavra especial às mulheres – fontes de inspiração e muito mais.
Quando no papel de namoradas, mulheres e mães (e actualmente, também filhas), na nossa ausência, muitas vezes se insurgem com a nossa dedicação a este nosso grupo que é a Tuna – são elas, sempre elas que nos enchem a alma para criar as mais belas composições que a elas dedicamos.

Tocarmos e marcarmos todos os que nos rodeiam através desta linguagem universal que é a música – é esse objectivo nos propomos.

282797_540068162671403_1261913631_n